quarta-feira, 27 de maio de 2009

ESTE PAÍS NÃO É PARA PARVOS !!!

Nos últimos tempos tenho andado arredada destas páginas. Mais do que desejaria é verdade mas, o certo é que os meus amigos não têm perdido grande coisa. Tenho estado em "quarentena emocional", já que o meu sentido de humor, nos últimos tempos não tem sido muito famoso, para variar e ninguém tem que arcar com isso.
Por este meu humilde habitáculo térreo tem perpassado um leque alargado de emoções e sentimentos, bastante convergentes entre si : mágoa, desencanto, raiva, impotência ... e quando isso acontece não me apetece seguir viagem e páro. Meto a cabeça (com corninhos e tudo) na carapaça e não estou para ninguém.
Adiante...
Neste meu regresso (ao passado?) parece-me contudo que, tal como os meus amigos também eu não tenho perdido grande coisa por cá. Tudo isto está na mesma ou pior. Falo de quê ou de quem? Do costume. Deste meu e nosso, cada vez mais triste país e dos seus orquestradores de sempre. Ei-los por aí novamente, a atacar em todas as frentes, deste os comíciosinhos às jantaradas. É pá cum catano, já chega!
- Meus senhores: vocelências são já sobejamente conhecidos de todos nós, portanto vão mas é pastar lesmas e desamparem-nos a loja.
Mas não, os gajos não desarmam e parecendo todos e cada um que descobriram a pólvora lá nos vão moendo o juízo, tentando vender a banha da cobra. Como dizia, há uns anos atrás um conhecido casal de cómicos: É política.
Áparte isso temos as cenas do costume desde os temas policiais e justicialistas (???) até aos mais sinistros casos de corrupção " dizem por aí... que eu cá não sei nada". Enfim, tudo temas a que nós portugueses não estamos nada habituados. Mas eu conto ficar por cá e tentar acompanhar todos os desenvolvimentos deste filme, que se intitula:" ESTE PAÍS NÃO É PARA PARVOS!!!"
Um abraço.

5 comentários:

Meg disse...

Amiga Paginadora,

Caramba, demoraste mas voltaste cheia de genica!!!
Estou em tudo de acordo contigo, excepto com a tua ausência
Eu bato palmas, pelo teu regresso, e espero que não desapareças de novo.

E não te preocupes, já não vale a pena... estamos num país de gente de "consciência tranquila".

Um abraço grande

paginadora disse...

Meg
Também tenho sentido saudades tuas e do convívio com todos os amigos da " blogo". Espero não ter que me ausentar tanto, como até aqui mas o trabalho aperta e eu com o calor do Verão começo a derreter que até sinto os "miolos líquidos" e uma languidez alentejana...
Quanto às notícias do meu país há que agitar as "consciências" porque os tempos não estão nada "tranquilos". Deixo aqui a promessa de uma visita "oficial" em breve. Tenho-te visitado, em curtas visitas mas anónimamente.
Beijos minha amiga

Zé Povinho disse...

Infelizmente há muito parvo por aí.
Nós já podíamos ter aprendido que com as escolhas habituais não saímos da cepa torta, vamos lá a ver se será desta!...
Não há problemas em teres a mesma opinião sobre os Xutos, eheheh
Abraço do Zé

paginadora disse...

Gostaria muito que os portugueses
acordassem para a realidade que nos cerca Zé,só assim poderia haver uma inversão de marcha. Não acalento grandes esperanças mas, de qualquer forma elas serão as últimas a morrer.
Um abraço

Vieira Calado disse...

É caso para repetir:

É pá cum catano, já chega!

Cumprimentos meus